Após testes dinâmicos de comissionamento, a primeira locomotiva comprada pela CPTM será entregue à área de manutenção para prestação de serviço em todas as linhas da companhia; a segunda locomotiva entra em fase de testes


A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) entregou nesta quinta-feira (10/03), no complexo da Luz, a primeira locomotiva comprada pela companhia após testes de comissionamento para operação e atividades de manutenção e recebeu a segunda Locomotiva para início dos testes de comissionamento. A cerimônia contou com a presença do secretário de Transportes Metropolitanos, Paulo Galli, e do presidente da CPTM, Pedro Moro.
 
Com valor total de investimento de R$ 20,5 milhões, fabricadas pela Progress Rail, do grupo Caterpillar, essas são as primeiras locomotivas adquiridas pela CPTM para manutenção de via permanente, rede aérea, carregamento de trilhos, vagões de brita, além de auxiliar em manobras na operação. Com tecnologia de última geração, as locomotivas vão aumentar a disponibilidade de máquinas de manutenção, garantindo maior agilidade no tempo de atuação da operação e manutenções preventivas e corretivas dos sistemas da CPTM.
 
"Nosso objetivo principal com essas aquisições é o compromisso assumido de melhorar cada vez mais a qualidade da prestação de serviço entregue aos nossos passageiros. Para isso, precisamos ter resposta rápida e eficaz para atender ocorrências que necessitam de manutenção, resultando em viagens mais rápidas, seguras e confortáveis", afirma o presidente Pedro Moro.
 

“As locomotivas têm como vantagens tempo menor de deslocamento, melhores condições ergométricas para realização dos trabalhos; maior segurança e plataforma elevatória com dois estágios para facilitar o trabalho em altura", explica o diretor de Operação e Manutenção da CPTM, Luiz Eduardo Argenton.
 
Em razão da tecnologia embarcada, as locomotivas vão contribuir para redução de custos por conta da sua alta performance e maior intervalo de intervenções e revisões. A equipe de maquinistas que vai atuar nas locomotivas passou por treinamento de operação, inclusive para realização dos testes dinâmicos de comissionamento. Com a novas aquisições, a frota de locomotivas da CPTM será composta por 13 máquinas.  

Além dos benefícios operacionais, as composições também geram menor impacto ao meio ambiente com a utilização de diesel S10 e redução de emissão de poluentes no ar.

Sobre a CPTM
A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos é uma operadora de transporte de passageiros ferroviários, com 1,9 milhão de passageiros transportados por dia útil (demanda antes da pandemia). Diariamente, os trens percorrem cerca de 65 mil km, ou uma volta e meia em torno da terra, em quase 1.700 viagens programadas. Juntas as cinco linhas da CPTM somam 196 km de extensão, dos quais 95 km estão na capital paulista, que também conta com 26 estações do total de 57. Por meio de suas cinco linhas, a CPTM atende os moradores de 18 municípios, incluindo a Capital.

Deixe seu Comentário